Colégio Nossa Senhora da Piedade

A Páscoa especial do Colégio Piedade.

As comemorações da Páscoa no Colégio Piedade foram uma verdadeira experiência para os estudantes e a comunidade escolar. Alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I dramatizaram trechos bíblicos sobre a festa, uma das mais importantes do calendário cristão, vivenciando algumas passagens dos últimos passos de Cristo na Terra, como a cerimônia do lava pés e a última com seus apóstolos.

Enquanto alunos dos 1º e 2 º anos narravam as passagens bíblicas, as crianças do 2 º Período fizeram a entrada de Jesus em Jerusalém. Elas encenaram também o Salvador dando graças a Deus pelo alimento e fazendo a partilha, saindo com alguns discípulos para rezar, sua prisão pelos soldados, as visitas das mulheres ao sepulcro, o anjo que falou com elas e a notícia da ressurreição.

“Foi um momento lindo, muito especial e emocionante. Todos cantamos ‘Porque ele vive’, ‘A Páscoa de Jesus’ e, para finalizar, nos reunimos por turmas para partilharmos o pão e o suco de uva”, conta a professora Elisângela de Souza Fernandes.

As crianças encerraram a dramatização relembrando o compromisso que Jesus assumiu com seus seguidores: “Ele prometeu que um dia vai voltar”!

Antes, porém, foram celebradas duas missas especais, uma com a participação dos estudantes de todos os segmentos e outra para a equipe de colaboradores da instituição de ensino. A primeira contou com a participação ativa dos alunos. Três deles, vestidos de anjo, auxiliaram o momento das ofertas e outros foram chamadas pelo padre para ajudar na oração eucarística. Já na segunda, o momento especial ficou por conta das palavras proferidas pela Irmã Maria da Conceição Oliveira, convidando os presentes à reflexão. Ao final, a equipe confraternizou num lanche coletivo.

Foi oferecido a todos a oportunidade da confissão. As belas e profundas palavras do professor Gilvan Luiz da Silva sobre o sacramento da Penitência deu um brilho ainda mais especial à comemoração, que ficará marcada nas memórias e nos corações de todos os participantes.

Abaixo o texto do professor:

Praticando a penitência e vivendo a reconciliação.

Os sacramentos não se resumem a rituais simbólicos da vivência católica. Sacramentos são sinais sensíveis da graça de Deus, e não só simbolizam, como representam aquilo que de fato são. 

Nesta Semana Santa, reflitamos sobre a beleza do sacramento da Penitência, ou simplesmente da experiência do perdão, a reconciliação do ser humano com Deus. Reconciliar é assumir a condição de fragilidade humana. 

Pelo batismo somos chamados à Santidade, somos levados a participar do corpo místico de Cristo. Mas, apesar de batizados, continuamos ligados a fragilidade e a fraqueza da natureza humana e, assim, passíveis de cometer novos erros. 

Ao pecador, é dado o Amor de Deus que reconcilia. Através do sacramento da Penitência nos libertamos daquilo que nos faz separar do amor misericordioso de Deus. A mensagem fundamental de Cristo foi a reconciliação com Deus, a conversão e o perdão. Este é o conteúdo básico, desde o princípio, da evangelização da Igreja.

Mas para obtermos esse perdão, e a possível absolvição de nossos pecados, existem condições importantíssimas a serem observadas: o arrependimento, o exame de consciência e o propósito. Devemos estar convictos de nossas faltas, termos a certeza de nossos erros, e assim, fazer um exame de consciência, em ritmo de oração, e refletirmos sobre quais de nossas ações devemos pedir perdão. 

Ao sairmos do momento da Penitência, a confissão em si, devemos ter o propósito de não mais cometer os mesmos pecados dos quais nos arrependemos. E desta forma, estaremos novamente buscando a santidade que Jesus pediu a todos nós.

“Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não lançando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação. Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo lhes suplicamos: Reconciliem-se com Deus.“

2 Coríntios 5:18-20

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *