4/09/20

Como lidar com as incertezas da troca de segmento escolar no regime não presencial?

Sair do modelo do Ensino Fundamental I, onde há apenas uma professora regente, para o Ensino Fundamental II, que amplia o número de disciplinas regidas por diferentes docentes, é um momento novo na vida acadêmica que pode trazer insegurança e dúvidas para os alunos. O Colégio Piedade tem um projeto específico para dar tranquilidade a essa mudança, o Partiu Max, uma série de ações para incentivar as crianças a saírem da zona de conforto e esclarecerem suas dúvidas sobre a vida escolar no novo segmento.

No regime não presencial, a primeira ação do Partiu Max foi uma live entre os representantes de turmas do 6º ano e os alunos do 5°ano. Tudo que é bem explicado, é entendido! A live foi um sucesso. Os estudantes do 5° ano gostaram de saber que os professores(as) também fazem brincadeiras em sala e que são acolhedores. Também acharam interessante ouvir dos colegas que era normal sentir-se confuso e perdido no início, mas que com organização tudo fica mais fácil. Estão programadas, ainda, uma aula experimental de Ciências, um encontro com a coordenação do Piedade Max, uma reunião com os pais e responsáveis, um momento de espiritualidade além de uma homenagem dos “veteranos” (alunos do 6º ano) aos “calouros” (alunos do 5º ano).

“Ver a participação e a eloquência das crianças de ambas as séries fez com que eu percebesse a importância do cuidado para com esse período de transição. Terminada a live conversamos um pouco sobre o ocorrido. Eu senti que elas saíram mais tranquilas e menos ansiosas com a passagem para a nova etapa. Parabéns à escola por organizar esse momento com tamanho cuidado”, conta a professora do 5º ano, Annelise Rodrigues dos Santos.

 

A GRANDE CONQUISTA!

VOCÊ TEM 4 MINUTOS?

Notícias mensais