Colégio Nossa Senhora da Piedade

Como lidar com as incertezas da troca de segmento escolar no regime não presencial?

Sair do modelo do Ensino Fundamental I, onde há apenas uma professora regente, para o Ensino Fundamental II, que amplia o número de disciplinas regidas por diferentes docentes, é um momento novo na vida acadêmica que pode trazer insegurança e dúvidas para os alunos. O Colégio Piedade tem um projeto específico para dar tranquilidade a essa mudança, o Partiu Max, uma série de ações para incentivar as crianças a saírem da zona de conforto e esclarecerem suas dúvidas sobre a vida escolar no novo segmento.

No regime não presencial, a primeira ação do Partiu Max foi uma live entre os representantes de turmas do 6º ano e os alunos do 5°ano. Tudo que é bem explicado, é entendido! A live foi um sucesso. Os estudantes do 5° ano gostaram de saber que os professores(as) também fazem brincadeiras em sala e que são acolhedores. Também acharam interessante ouvir dos colegas que era normal sentir-se confuso e perdido no início, mas que com organização tudo fica mais fácil. Estão programadas, ainda, uma aula experimental de Ciências, um encontro com a coordenação do Piedade Max, uma reunião com os pais e responsáveis, um momento de espiritualidade além de uma homenagem dos “veteranos” (alunos do 6º ano) aos “calouros” (alunos do 5º ano).

“Ver a participação e a eloquência das crianças de ambas as séries fez com que eu percebesse a importância do cuidado para com esse período de transição. Terminada a live conversamos um pouco sobre o ocorrido. Eu senti que elas saíram mais tranquilas e menos ansiosas com a passagem para a nova etapa. Parabéns à escola por organizar esse momento com tamanho cuidado”, conta a professora do 5º ano, Annelise Rodrigues dos Santos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco.
Fale com a gente!
Olá, em que posso lhe ajudar?